CONSELHO DIVIDIDO

CNJ decide manter afastamento de dupla de desembargadores do TRF-4

Por O Brasiliense
07 de June de 2024

O Plenário do Conselho Nacional de Justiça, por maioria de votos, manteve nesta terça-feira (16/4) o afastamento dos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região Carlos Eduardo Thompson Flores e Loraci Flores de Lima. Por outro lado, o órgão revogou o afastamento da juíza Gabriela Hardt e do juiz Danilo Pereira Júnior, que atuaram na 13ª Vara Federal de Curitiba.


O CNJ, por 9 votos a 6, seguiu o voto do corregedor nacional de Justiça e relator do caso, ministro Luis Felipe Salomão, para manter o afastamento de Thompson Flores e Flores de Lima. Pelo mesmo placar, o Conselho seguiu a divergência aberta pelo presidente, ministro Luís Roberto Barroso, para reintegrar Hardt e Pereira Júnior. No entanto, Barroso pediu vista e adiou a decisão quanto à abertura de processo administrativo disciplinar contra os magistrados. Nesta segunda-feira (15/4), Salomão afastou os quatro de suas funções, como resultado da correição promovida pelo CNJ na 13ª Vara de Curitiba e no TRF-4. Ele afirmou que os fatos apontados na correição são graves, como o “atípico direcionamento dos recursos obtidos a partir da homologação de acordos de colaboração e de leniência exclusivamente para a Petrobras” e a “discussão prévia” de Hardt em um aplicativo de mensagens, antecipando sua decisão. Para advogados consultados pela revista eletrônica Consultor Jurídico, a decisão do corregedor nacional de Justiça mostrou que a finada “lava jato” tinha muitos tentáculos e um projeto de poder.





GUIA JURÍDICO
O BRASILIENSE







MAIS LIDAS

Má-fé
Clientes falsificam reclamação no Procon e acabam condenados por má-fé
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
NOVA SÓCIA
Perroni Consultoria lança nova Guia de Remunerações do Mercado Jurídico para 2024
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
PEDIDO DE DESTAQUE
STF analisará em plenário físico leis que tratam da remuneração de juízes

NEWSLETTER


GUIA JUR