STF

Zanin rejeita habeas corpus e mantém prisão preventiva de stalker de médico mineiro

Por O Brasiliense
07 de June de 2024

Kawara conheceu o profissional em 2018, durante consulta psiquiátrica em um hospital particular.


Desde então a perseguição foi incessante. Ele relatou ter recebido até 500 ligações e 1,3 mil mensagens em um único dia.

A esposa e o filho do médico também foram vítimas das ações de Kawara. "Ela ligava quando ele tinha 7, 8 anos, e ele não entendia bem, dizia: 'Papai, tem uma mulher me ligando, perguntando se estou na escola, onde estou'," relatou a vítima em entrevista.


Entre 2019 e 2020, foram registrados 42 boletins de ocorrência. Em 2020, a acusada assinou um acordo no MP se comprometendo a cessar as perseguições.


No entanto, em 2022, invadiu o consultório do médico e agrediu sua esposa. Kawara permaneceu foragida por mais de um ano até ser presa recentemente.




GUIA JURÍDICO
O BRASILIENSE







MAIS LIDAS

Má-fé
Clientes falsificam reclamação no Procon e acabam condenados por má-fé
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
NOVA SÓCIA
Perroni Consultoria lança nova Guia de Remunerações do Mercado Jurídico para 2024
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
PEDIDO DE DESTAQUE
STF analisará em plenário físico leis que tratam da remuneração de juízes

NEWSLETTER


GUIA JUR